Quem somos

O IPEMA – Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica – é uma Organização Não Governamental sediada no bairro Brava da Fortaleza, no município de Ubatuba – litoral norte de São Paulo. Constituído por uma equipe com grande diversidade de conhecimentos e experiências, tem como missão praticar e disseminar a permacultura e a agroecologia, contribuindo com a formação de pessoas e comunidades para a sustentabilidade da Mata Atlântica.

O IPEMA atua desde 1999 oferecendo cursos, visitações monitoradas, programas especiais para grupos, imersões e vivências para a conscientização e capacitação de pessoas nas áreas de permacultura, ecovilas, bioconstrução e atividades correlatas através de seu Centro Experimental e Educacional de Permacultura – CEEP. As atividades são realizadas de maneira a estimular a discussão e o debate, na busca de soluções criativas, originais e apropriadas aos problemas sociais, econômicos, ambientais e de políticas públicas.

Localizado em meio à natureza, o IPEMA é uma estação de difusão das técnicas permaculturais, além de ser propício para a reflexão do modelo atual da sociedade. Nas edificações são utilizadas técnicas de bioconstrução e a produção de alimentos é baseada em agroflorestas e jardins comestíveis multifuncionais. Todos os resíduos produzidos no local são triados, reutilizados, reciclados e compostados para a produção de adubo. Um sistema de geração de energia independente da rede convencional abastece as necessidades energéticas. A água é tratada de forma ecológica, retornando para o ambiente pronta para o reuso e abastecimento do lençol freático, sem contaminantes.

O IPEMA também desenvolve projetos e programas, como o Programa Juçara, nos quais trabalha junto às comunidades tradicionais quilombola, caiçara e indígena, com a proposta de consolidar os arranjos produtivos da sociobiodiversidade. Nesses projetos, busca aliar a produção agroflorestal ao fortalecimento das comunidades e geração de renda, sempre priorizando a conservação da Mata Atlântica.

equipe

Marcelo Bueno – Presidente do Ipema
Bio-arquiteto e fundador do Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica (IPEMA), foi membro do Ecovillage Network of The Américas (ENA), membro da Rede de Ecovilas do Brasil, desenvolve projetos de construções ecológicas com sistemas de reciclagem e re-uso de águas servidas e residências sustentáveis pela Morada Viva.

Aloyana Lemos – Coordenadora de comunicação do Ipema
Formada em cinema pela Estácio de Sá do RJ. Faz parte do conselho fiscal do Instituto Aquífero Alter do Chão. É agroecologista autônoma e empírica. Faz parte da Rede Agroecológica Caiçara e é coordenadora do projeto Kombi Raiz. Viveu 3 anos na Amazônia onde trabalhou em projetos sociais e ambientais como educomunicadora.

Caio Barros Matos – Secretário Executivo
Geógrafo pela UFF, mestre em Ciências Ambientais pela UFOPA, professor de Permacultura da N.O.S. Escola, fundador do projeto Kombi Raiz, conselheiro fiscal do Instituto Aquífero Alter do Chão, membro da Rede Agroecológica Caiçara. Trabalhou, e viveu, durante 8 anos ano na amazônia, em projetos de desenvolvimento sustentável e transição agroecológica com comunidades tradicionais na Amazônia.

Beto Francine – Coselheiro
Profissional de Educação Física, instrutor de mergulho autônomo e ambientalista. Auxiliou na fundação de várias ONG’s no século passado e atualmente além de atuar no IPEMA é vice-presidente da Associação Cunhambebe. É concelheiro do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e no Conselho Municipal de Meio Ambiente de Ubatuba. Atua também na coordenação da Rede de ONG da Mata Atlântica.

Instalações

Por motivos de força maior, o IPEMA fez uma mudança de endereço.
Não estamos mais na comunidade do Corcovado, voltamos para casinha que foi nossa primeira sede, na Praia Brava da Fortaleza, aqui mesmo em Ubatuba – SP.

A pandemia eminente no mundo inteiro, nos convida a voltar ao lar e compartilharmos amorosamente o que sabemos, para uma vida mais harmônica. Por isso, agora na nossa velha nova casinha, estamos em processo de reforma das instalações, para melhor recebermos a todas e todos quando tudo isso passar. Enquanto isso, também estaremos passando conhecimentos sobre permacultura URBANA.Acreditamos no bem estar de toda natureza, através do nosso próprio bem estar. Afinal, nós seres humanos, também somos natureza! Acompanhe nosso trabalho e junte-se a nós em uma forma de viver mais conectados com a Terra, através das nossas redes sociais.

Agradecemos  sua compreensão.